12 de junho de 2011

SE EU NÃO EXISTISSE... (poema)

E SE EU NÃO EXISTISSE...

E se eu não existisse
mas sempre actuasse
Nos palcos e socalcos 

desta vida incerta,
E marcas imprimisse 

em quem me aceitasse,
Em charcos não parcos 

lhe punha na certa…

E se eu não existisse 

e apenas vivesse,
Urdindo e fruindo 

de sonhos bem tinto
De quem me seguisse 

e me recebesse
Benvindo e luzindo 

de modo distinto…

E se eu não existisse e ninguém me visse
Mas gentes contentes cantassem-me hinos…
E se eu não existisse, mas mentes ferisse.
Eu crentes ardentes tinha e até assassinos…

E se eu não existisse, mas obtivesse posse
Das armas que as almas no dentro transportam,
Das crenças e crendices, de qualquer fé que fosse,
Das karmas e dharmas que em tít’res as tornam…

E se eu não existisse... e o desejo me aguce
P'ras rédeas sem lérias tomar deste mundo,
Mentiras, sem crise, que o vero encarapuce,
Com sérias ideias espalhava facundo.




Parte da letra de DEUSdaRIMA - o rapper metido a poeta ou o poeta metido a rapper.


..................................................................................................................................
Nota de rodapé:

Quando comecei a cantar hip-hop, como todo o mundo, arranjei para mim um pseudónimo, mudei umas tantas vezes, até escolher XS O GURU. E quando, numa conversa, um amigo referiu-se às estruturas rímicas das minhas letras em contraposição às de muitos rappers que se apelidavam "Reis da Rima", dizendo que nesse sentido eu seria "deus da rima", adoptei, com toda a arrogância inerente ao título, o nome deus da rima, que grafo DEUSdaRIMA. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...