23 de setembro de 2011

AI, PORRA!, PRAXES DE NOVO!!!

Não sei de quem é a foto, foi a primeira que 
encontrei na busca, e como explica bem
 o "espírito universitário"...
Dizem que faz parte do espírito universitário… a sério? Bem, se o espírito sair à noite e beber até cair, bem… pá, porra, nem nesse contexto faz. Não estou a dizer que é isso as praxes, mas o uniforme que dá direito de ser praxista é o mesmo uniforme que vai às noitadas abusar do álcool em nome da abertura do ano lectivo universitário. Não vou falar dos acidentes de trânsito, nem vou falar das violentações que por vezes acontecem e que são camufladas em nome do “espírito universitário”, só quero apontar a esse desejo sadomasoquista que norteia os praxados e os praxistas. 

Eu sempre julguei que a universidade é para formar o curriculum, mas, também o carácter, por isso associo o espírito universitário ao espírito investigativo e não ao da folia, mas quem sou eu? 

Eu não gosto de praxes, e acho ridículos os praxistas que andam por aí a berrar, numa péssima imitação do Sargento Hartman (Full Metal Jacket, alguém viu?), eu sei que a maioria aproveita porque ou sabe ou acha que em toda a sua vida só terá aqueles caloiros para gritar com e dar ordens, que nunca irá mandar em mais ninguém na sua vida, e a vontade de MANDAR, de se sentir superior leva-o a ser asno com os jumentos que se põem à sua mercê. 

É o espírito universitário, o tanas, espírito sadomasoquista, isso sim. Não tenho nada contra os sadomasoquistas, mas pelo menos esses não fingem que o espírito deles é outra coisa, por exemplo… natalício. Mas, fazer o quê?, enquanto houverem universidades haverá sempre asnos a jumentearem jericos. Porém, pela sua quantidade, de certeza que vão dizer que quem tem problemas sou eu, por não achar gozo na humilhação pública dos outros em nome de brincadeira. 

EU… ODEIO… AS… PRAXES!!! Ponto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...